Shopping ParkJacarepaguá tem nova data para inauguração: outubro de 2021

O Globo
·2 minuto de leitura
O ParkJacarepaguá terá 39 mil metros de área bruta locável e 249 operações
O ParkJacarepaguá terá 39 mil metros de área bruta locável e 249 operações

RIO - Depois de ter a inauguração adiada em cerca de um ano, por causa da pandemia de Covid-19, o ParkJacarepaguá, novo empreendimento da Multiplan, empresa responsável pelo BarraShopping, tem nova data para inauguração: deverá abrir as portas em outubro de 2021. Após um período de paralisação, as obras estão retomando o ritmo de antes: atualmente, 350 operários estão no canteiro de obras na Estrada de Jacarepaguá 6.069, no Anil, no terreno onde funcionava a antiga fábrica da Ambev, e a previsão é de chegar a mais de mil trabalhadores até a abertura.

O centro comercial terá 39 mil metros de área bruta locável e 249 operações. Cerca de 70% de sua área já estão alugados. As lojas ancoras deverão receber seus espaços para início das obras de interiores em abril, enquanto para as lojas satélites a entrega será em junho. Entre as confimadas estão Kalunga, Alphabeto, CVC, Garage, Valisere e Occhialeria, que se juntarão a diversas outras já anunciadas anteriormente, tais como Hot Zone, C&A, Renner, Riachuelo, Cobasi, Outback, Prezunic, UCI e Smart Fit.

O ParkShopping foi pensado para atrair os cerca de 600 mil habitantes, sobretudo moradores de Barra da Tijuca, Campo Grande, Recreio e Jacarepaguá, região com o maior potencial de consumo do país, segundo a Multiplan. O empreendimento terá um supermercado, centro de eventos multiuso, seis salas de cinemas, um parque de diversões indoor, uma pista permanente de patinação no gelo, uma área de lazer ao ar livre, diversos restaurantes e cerca de duas mil vagas de estacionamento. Na praça de alimentação, estão confirmadas 29 operações. Além disso, haverá oito restaurantes no Boulevard Gourmet, que terá áreas internas e ao ar livre, reproduzindo o clima de rua, como já acontece no BarraShopping. O cliente poderá escolher entre comer num ambiente climatizado ou com vista para o Green Park, uma área verde de seis mil metros quadrados com gramado, parque infantil e pergolados para relaxamento.

A arquitetura do empreendimento, cujo terreno é de cerca de 95 mil metros quadrados, usará tecnologias sustentáveis. O projeto conta com sistema de reúso das águas pluviais e previsão de tratamento de efluentes.

O empreendimento vai provocar mudanças no Anil. Entre as obras previstas estão a reurbanização da Praça Julio Sass; a duplicação da Estrada do Engenho D’Água, no trecho entre a Estrada de Jacarepaguá e a Avenida Canal do Anil; e a ordenação de entroncamentos nas Estradas de Jacarepaguá e do Engenho D’Água, na Avenida Tenente Coronel Muniz de Aragão e na Rua Ituverava. A Estrada do Engenho D’Água passará a ter duas faixas de rolamento no sentido Barra da Tijuca.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)