Show com "sambistas" escandaliza religiosos; príncipe abre inquérito na Arábia Saudita

·1 min de leitura

Um show de samba com "passistas" consideradas "nuas demais" viralizou e gerou enorme polêmica esta semana na Arábia Saudita. O caso acabou forçando as autoridades locais a abrirem uma investigação neste reino conservador do Golfo. A monarquia muçulmana recentemente se abriu para grandes eventos esportivos e festivais de entretenimento, aprovados por parte da população, mas que enfurecem os religiosos mais conservadores.

O vídeo de três "sambistas" dançando nas ruas de Jazan, uma região costeira do sudoeste da Arábia Saudita, viralizou nas redes sociais saudistas esta semana. Diante da agitação dos conservadores, o príncipe de Jazan ordenou na sexta-feira (7) a abertura de um inquérito e a implementação de "medidas necessárias para prevenir qualquer abuso", sem especificar quais seriam essas medidas.

Veja o vídeo:

As imagens mostram as mulheres vestidas com o icônico traje de penas coloridas. Elas estão com as pernas, parte da barriga e os braços nus, mas, certamente, mais cobertas do que o habitual em um Carnaval carioca. A nacionalidade das passistas não foi revelada.

O canal de TV estatal El-Ekhbariya transmitiu as imagens desfocando os corpos das jovens.

“Os programas são voltados para o entretenimento, não para atacar a boa moral e comportamentos contrários à religião e à moral da sociedade”, criticou um morador de Jazan entrevistado pelo canal.

Nas redes sociais sauditas, os internautas têm opinião dividida: muitos se indignaram pedindo às autoridades que reprimissem e retirassem o vídeo, e outros, ao contrário, consideraram a polêmica "exagerada".

Descontentamento com reformas

(Com AFP)


Leia mais

Leia também:
Maior autoridade religiosa da Arábia Saudita classifica homossexualidade como "crime hediondo"
Heptacampeão Lewis Hamilton disputa GP da Arábia Saudita com capacete nas cores da bandeira LGBTQI+
Princesa que criticou "abusos" é libertada após cumprir 3 anos de prisão na Arábia Saudita

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos