Silêncio nazista

Um alemão de 100 anos que foi guarda de um campo de concentração na década de 1940 se tornou, nesta quinta-feira, a pessoa mais velha a ser julgada por supostos crimes nazistas. O advogado de Josef Schutz informou que o cliente não falaria no tribunal sobre as supostas atrocidades cometidas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos