Silo desaba e capital do Líbano revive trauma às vésperas de aniversário de explosão

Por Issam Abdallah e Yara Abi Nader e Laila Bassam e Timour Azhari

BEIRUTE (Reuters) - Parte dos silos de grãos do porto de Beirute desabou neste domingo, a poucos dias do aniversário de dois anos da enorme explosão que os danificou, enviando uma nuvem de poeira sobre a capital e revivendo memórias traumáticas da explosão que matou mais de 215 pessoas na capital do Líbano. Não há relatos de feridos.

Autoridades libanesas alertaram na semana passada que parte dos silos - remanescentes da catastrófica explosão no porto no dia 4 de agosto de 2020 - poderia desmoronar depois que a parte norte começasse a se inclinar em ritmo acelerado.

"Foi a mesma sensação de quando a explosão aconteceu. Nós lembramos da explosão na hora", disse Tarek Hussein, morador da área de Karantina, próxima ao porto, que estava fazendo compras com seu filho quando o colapso aconteceu. "Alguns pedaços grandes do silo caíram e meu filho ficou com medo quando viu", disse ele.

Um incêndio estava atingindo os silos há várias semanas, que, segundo autoridades, seria o resultado do calor de verão que incendiou grãos fermentados deixados apodrecendo desde a explosão.

O acontecimento de 2020 foi causado por nitrato de amônio armazenado de forma insegura no porto desde 2013. E é amplamente visto pelos libaneses como um símbolo de corrupção e má governança por parte de uma elite governante que também levou o país a um colapso financeiro devastador.

Uma das explosões não-nucleares mais poderosas já registradas, a rebentação feriu cerca de 6.000 pessoas e destruiu partes de Beirute, deixando dezenas de milhares de pessoas desabrigadas.

Ali Hamie, ministro dos Transportes e Obras Públicas do governo interino, disse à Reuters que teme que mais partes dos silos possam entrar em colapso iminente.

O ministro do Meio Ambiente, Nasser Yassin, disse que enquanto as autoridades não sabiam se outras partes dos silos iriam cair, a parte sul estava mais estável.

O incêndio nos silos, que brilham em laranja pela noite dentro de um porto que ainda se assemelha a uma área de desastre, deixou muitos moradores de Beirute agoniados por semanas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos