7 momentos em que Simone foi gente como a gente

A cantora Simone. Foto: reprodução/Instagram/simoneses

Aniversariante do domingo (24), Simone tem motivos à beça para comemorar a chegada dos 36 anos: a irmã de Simaria é uma das artistas mais bem-sucedidas do Brasil na atualidade. Mesmo levando uma vida luxuosa, a cantora faz questão de manter a simplicidade no seu dia a dia e de compartilhar até certas “derrotas” com seus seguidores pelas redes sociais.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

Listamos, abaixo, alguns momentos em que a sertaneja foi “gente como a gente” sem a menor vergonha.

Leia também:

Põe a mão na massa

Não basta ter uma mansão, tem que saber deixá-la um brinco! Simone não fugiu das tarefas domésticas durante a pandemia do coronavírus e trabalhou à beça para arrumar e limpar a casa, onde mora com o marido, Kaká Diniz, e o filho, Henry. Para provar que deu duro na faxina, ela mostrou até os calos nos dedos depois de um dia inteiro varrendo a propriedade da família.


Ficou sem dinheiro e deu calote!

Quem nunca passou um sufoco desses que atire a primeira pedra! A cantora estava na estrada a caminho de São Paulo e só percebeu, já parada no pedágio, que só tinha o cartão de débito na carteira. Para sorte dela, uma fã pagou a conta e salvou o dia.


Dançou de camisola na cozinha

Para que superprodução, Brasil?

Reclamou de comida de restaurante chique

Certa vez a cantora compartilhou suas impressões de um restaurante fino na companhia do marido. O prato era abobrinha, castanhas e coalhada. "Gente, assim, não é um feijão com torresmo, mas... tem que dizer que é chique, né? Tem que dizer que é rica”, brincou.


Usa sempre os mesmos sapatos

Simone confessou que tem muitas coisas caras que não usa em seu closet (Reprodução/ Instagram/ @simoneses)

Com o closet lotado, a cantora confessa que só usa duas botas, uma preta e uma bege. “Aí eu fico pensando: ‘Para que que eu compro essas coisas? Eu sou simples, eu não gosto’. Já ouviram aquela conversa que a catinga de pobre só sai depois da quarta geração? É verdade, brincou.


Gosta de ir ao supermercado

Com milhares de fãs Brasil afora, a cantora aprendeu que a fama acaba restringindo algumas atividades comuns à maioria dos brasileiros. Quando está em outro país, a aniversariante aproveita para lembrar os dias de anonimato e realizar tarefas simples, como ir ao mercado.


Sofre para emagrecer

Além de compartilha com seus seguidores as conquistas no processo de perder peso, Simone já desabafou nas redes e até se emocionou contando sua experiência. Ela não esconde que é um grande desafio e que no passado chegou a tomar remédios para mudar a silhueta. Hoje, no entanto, ela prioriza a saúde e não a estética.