De Simone Tebet a Silvio Almeida: a vida privada e amorosa dos ministros de Lula

Durante sua campanha à presidência, Luiz Inácio Lula da Silva fez uma promessa: em sua gestão todo mundo vai namorar! Bom, o programa "Meu crush, minha vida" ainda não foi criado, mas na República de Lula, o amor tem falado mais alto. Para se ter ideia, dos 37 ministros, apenas 10% (de acordo com a margem de erro) não estão casados ou apresentaram seus pares publicamente. O resto já vive a realidade que o próprio presidente usufrui: amando na plenitude, pois, palavras dele, "um homem sem amor não é nada".

O Extra destaca aqui seis destes ministros da atual era Lula que vivem longos relacionamentos e que podem servir de exemplo para que o presidente finalmente esboçe as regras para a formação de novos casais nestes próximos quatro anos. Promesa de campanha é dívida!

Simone Tebet e Eduardo Rocha

A ministra do Planejamento, de 52 anos, está casada há 26 com o deputado estadual Eduardo Rocha, de 56. Ele nasceu em São Paulo e ela no Mato Grosso do Sul, e foi quando ele terminou a faculdade de Economia que subiram ao altar. A história de amor dos dois foi vivida na política. O pai de Simone, o ex-senador Ramez Tebet, foi chefe de Eduardo em seu gabinete. Discreta, a ministra não é dada a cenas de arroubos de paixão e Eduardo se manteve fora dos holofotes durante a campanha da mulher à presidência. Mas uma declaração, outra ali, dão a dimensão da solidez que é a relação dos pais de Maria Fernanda e Maria Eduarda. “Eduardo Rocha, meu companheiro de vida, pai das minhas filhas e marido dedicado. Quando olho para nossa história, vejo que construímos alicerces fortes e uma família maravilhosa. Meu eterno namorado!”, escrevu ela para o maridão, no último Dia dos Namorados.

Silvio Almeida e Ednéia Carvalho

O ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania e a Modista estão juntos há 12 anos. E ao contrário da colega do Planejamento, o advogado compartilha vários momentos com a mulher. São registros de viagens, noites de muita dança, sim, ele é pé de valsa, e declarações. Em 2021, Silvio, de 46 anos, e Néia, de 45, como é chamada, formaram o casal ilustre de um jantar, em São Paulo, para celebrar o amor preto. "Nosso amor está protegido contra corrosões, e está protegendo o que de mais rico temos um pelo outro. "Somos tão diferentes né?! Eu gosto de mar e você de piscina, gosto de ouvir música alta e você ler seus livros em silêncio, gosto de rua e você é caseiro, gosto do calor e você do frio... Enfim, em meio a tantas diferenças nos damos tão bem. Não há uma fórmula mágica, apenas o respeito a individualidade do outro", se declarou Neia, quando os dois comemoraram Bodas de Estanho (10 anos).

Ana Moser e Adriana Saldanha

Sempre muito discreta quanto à vida pessoal, a ministra dos Esportes agradeceu à sua mulher, Adriana Saldanha, pela parceria, ao tomar posse do cargo na última semana. O que pegou muita gente de surpresa, já que poucos sabiam que ela era casada. Ana e Adriana estão juntas desde 1999. A ex-jogadora de vôlei e a jornalista e chef de cozinha engataram um namoro quando Adriana acabava de adotar o primeiro filho, Pedro. Ele e Ana tiveram uma conexão imediata e pouco tempo depois ela e a companheira já eram a mãe e mãe do bebê. Pouco tempo depois, veio Stefany. Ambas as crianças receberam apenas o nome de Adriana na certidão, porque, na época, não era legalizada a união homoafetiva. Ana e Adriana se casaram em 2011, quando o STF reconheceu a união estável de casais do mesmo sexo.

Daniela Carneiro e Waguinho

O relacionamento da ministra do Turismo deu a ela uma alcunha que faz gritar a feminista mais radical. Afinal, o Waguinho, adotado como um sobrenome, é o apelido do marido, Wagner Carneiro. Ela e o prefeito de Belford Roxo estão juntos há 27 anos, sendo 24 de casados. São pais de dois filhos e fizeram da Baixada Fluminense, onde nasceram, um celeiro político, quase um reinado. Estão sempre juntos e fazem a linha casal margarina, em que tudo pode acontecer, menos separá-los. “Nosso casamento merece ser celebrado sempre, não só pelo amor que dividimos, mas por tudo que construímos até aqui. São anos de amizade, amor e um companheirismo incrível. Ter você na minha vida é o que me dá forças e me faz sonhar”, se declarou Daniela no aniversário de casamento dos dois.

Anielle Franco e Fred Abdullah

A ministra da Igualdade Racial e o engenheiro e produtor de conteúdo formam um casal jovem, animado e atlético. Os dois jogavam vôlei na categoria master (35 anos +) num campeonato em 2017, quando se conheceram. “Meu time estava na final, fui campeã, estava muito calor e com short e camisa toda molhada. Tirei a camisa, ele estava sentado, e eu achando que ele era namorado da menina que estava com outro menino, ele ficou me seduzindo e eu achando ele um escroto porque ficava me secando na frente da outra”, contou ela no podcast “Noia de casal”. Anielle, irmã de Marielle Franco, estava separada na época, Fred também. Os dois trocaram telefone, marcaram um encontro e nunca mais se largaram. Anielle e o engenheiro estão há cinco anos juntos e são pais da pequena Eloah, de 2.

Luciana Santos e Waldemar Borges

A engenheira de 57 anos, nomeada ministra da Ciência e Tecnologia, está com o deputado estadual, de 64, desde os anos 1990, quando entrou para a vida pública. Ex-governadora de Pernambuco e mãe de uma menina, Luana. “Parabéns para Waldemar Borges, o pai da minha Luana. No dia a dia, mãos dadas com ela, segue ensinando pela palavra e pelo exemplo, aprendendo com ela, e educando, com alegria e amor”, escreveu a ministra na ocasião do aniversário do marido. Ela tem em Waldemar um parceiro até para os afazeres domésticos. Durante a campanha, Luciana dividiu com internautas a foto do marido lavando a louça.