Sinais de fumaça? Burger King cria rastros para localização de lanchonetes

·1 minuto de leitura
Desde o início da pandemia e da consequente necessidade de distanciamento social, o Burger King investiu fortemente em campanhas de divulgação do seu aplicativo
Desde o início da pandemia e da consequente necessidade de distanciamento social, o Burger King investiu fortemente em campanhas de divulgação do seu aplicativo

O Burger King do Reino Unido ressuscitou uma forma de comunicação inusitada para atrair o público à sua rede de lanchonetes: sinais de fumaça. Mas virtuais e pela tela do smartphone mesmo.

Leia também:

A marca inseriu QR Codes em todos os seus anúncios espalhados pelo país. Ao escaneá-los, um filtro de realidade aumentada se abre no Instagram e rastros de fumaça indicam, no visor, qual o caminho para o restaurante mais próximo.

Criada pela agência BBH London em um comercial de 20 segundos, a campanha traz ainda o lema “It’s not a Secret, It’s Fire”, em alusão à fumaça que sai das grelhas durante o preparo dos hambúrgueres e para reforçar que o vapor é verdadeiro e não produzido artificialmente.

Desde o início da pandemia e da consequente necessidade de distanciamento social, o Burger King investiu fortemente em campanhas de divulgação do seu aplicativo, de modalidades de delivery e das possibilidades de retirar o pedido na unidade mais próxima. O objetivo agora é que as pessoas voltem a consumir presencialmente.