Sinn Fein caminha para vitória “sísmica” em eleição na Irlanda do Norte

Apuração de votos de eleição na Irlanda do Norte

Por Amanda Ferguson

BELFAST (Reuters) - O Sinn Fein, ex-braço político do IRA, parecia nesta sexta-feira próximo de vencer as eleições da Irlanda do Norte pela primeira vez, o que seria um marco histórico que pode tornar a outrora remota possibilidade de uma Irlanda unida mais provável.

O Sinn Fein obteve 29% dos votos em comparação com 21,3% do Partido Unionista Democrático, pró-Reino Unido, indicando que deve se tornar o primeiro partido nacionalista irlandês a vencer a maioria dos assentos em uma eleição para a assembleia regional desde a criação do Estado em 1921.

“O Sinn Fein a caminho de ter o cargo de primeiro-ministro é um terremoto” para a política da Irlanda do Norte, disse Bill White, executivo-chefe da empresa de pesquisas Lucid Talk. “É um abalo sísmico”.

Uma vitória do Sinn Fein não mudaria o status da região britânica, uma vez que o referendo necessário para uma eventual saída do Reino Unido seria realizado a critério do governo britânico e provavelmente está a anos de distância.

Mas as implicações psicológicas de um primeiro-ministro irlandês nacionalista seriam enormes após um século de domínio de partidos pró-britânicos, apoiados pela população de maioria protestante da região.

As tendências demográficas há muito tempo indicam que eles uma hora seriam derrotados pelos partidos nacionalistas, predominantemente irlandeses católicos, que são a favor de unir a Irlanda do Norte com a República da Irlanda.

Sob o sistema de votação por representação proporcional da Irlanda do Norte, o partido que ganha mais votos de primeira preferência não tem garantia de ganhar mais assentos na assembleia regional, mas muitos analistas dizem que a liderança do Sinn Fein era grande demais para ser tirada.

Os resultados finais não devem sair até o sábado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos