Sinovac negocia instalação de produção de vacina na África do Sul

·1 minuto de leitura
Agente de saúde vacina jovem durante lançamento da etapa sul-africana do teste global de Fase III da vacina contra a Covid-19 da Sinovac em crianças e adolescentes

Por Alexander Winning

JOANESBURGO (Reuters) - A chinesa Sinovac Biotech está negociando a montagem de uma unidade de produção de vacina na África do Sul com sua parceira local, disse o executivo-chefe da Numolux nesta sexta-feira.

Hilton Klein fez tais comentários no lançamento da etapa sul-africana de um teste global de estágio avançado da vacina contra Covid-19 da Sinovac, a CoronaVac, em crianças e adolescentes.

"Este teste clínico é um precursor do estabelecimento de uma instalação de produção de vacina sul-africana, uma parceria da Sinovac e da Numolux Group que cobrirá todo o espectro de vacinações além de apenas a resposta à Covid-19", disse Klein em uma coletiva de imprensa.

"Estamos conversando com a Sinovac sobre a montagem de uma instalação de produção de vacina. Uma fase um na qual envasaremos e rotularemos para podermos levar vacinas às pessoas da África o mais rápido possível", acrescentou.

A Sinovac não respondeu de imediato a um pedido de comentário.

Sinovac e Numolux estão recrutando 2 mil participantes para a etapa sul-africana de seu estudo de eficácia, imunogenicidade e segurança da CoronaVac em crianças e adolescentes de seis meses a 17 anos.

O teste global também recrutará participantes no Chile, Filipinas, Malásia e Quênia.

O governo da África do Sul cogita usar a CoronaVac em seu programa de imunização ao lado das vacinas da Pfizer-BioNTech, e da Johnson & Johnson, que já estão sendo administradas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos