Sistema Comércio apresenta propostas e recomendações para o crescimento do País

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) lançou, no dia 22 de junho, em Brasília, a Agenda Institucional do Sistema Comércio. A apresentação do documento contou com a participação do Presidente da República, Jair Bolsonaro, no período da manhã, e da senadora Simone Tebet, no período da tarde.

O evento reuniu presidentes das Federações do Comércio, Federações Nacionais, Sesc, Senac, líderes sindicais e empresariais e autoridades políticas. O documento foi entregue a Bolsonaro e Tebet e determina pautas prioritárias ao setor terciário com o objetivo de nortear a formulação de políticas, ações e estratégias que fortaleçam o comércio brasileiro.

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, destacou que o documento será um divisor de águas para o Sistema Comércio. “Este documento deve ser protagonista no desenvolvimento do ambiente de negócios do País. E, por estarmos presentes em todo o Brasil, entendemos as prioridades para o desenvolvimento econômico e social, tendo como base o trinômio segurança jurídica, livre mercado e democracia”, disse Tadros.

Fôlego para as empresas na pandemia

O presidente Jair Bolsonaro ressaltou os programas e as ações do governo que ajudaram a dar fôlego ao comércio, permitindo que a classe empresarial voltasse a gerar emprego e renda em ritmo crescente a partir de 2021.

O presidente também falou sobre ações econômicas implementadas recentemente, como os marcos regulatórios aprovados para o setor, a possível criação de um Ministério da Indústria e do Comércio, a diminuição do peso dos impostos no preço dos combustíveis e o leilão do 5G.

Prioridade para a realização de reformas

A senadora Simone Tebet (MDB-MS), ao responder às perguntas dos presidentes das Federações do Comércio, das Federações Nacionais, de representantes sindicais e empresários sobre pautas consideradas prioritárias para o setor terciário, afirmou que, entre as suas prioridades, está a aprovação das reformas administrativa e tributária, além da melhoria do ambiente de negócios para impulsionar o comércio de bens, serviços e o turismo brasileiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos