Sites do Ministério da Saúde e ConecteSUS saem do ar após ataque de hackers

·1 min de leitura
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
  • Site da pasta foi invadido e serviços oferecidos tiveram funcionamento afetados

  • Usuários que acessaram o portal encontraram mensagem de grupo que reivindica o ataque

  • Até a manhã desta sexta-feira (10), o Ministério da Saúde não havia se pronunciado sobre o ocorrido

O site do Ministério da Saúde foi alvo de um ataque cibernético na madrugada desta sexta-feira e saiu do ar. Plataformas como ConecteSUS, Painel Coronavírus e DataSUS também foram afetadas.

Ao acessarem o portal, usuários se depararam com uma mensagem informando que os dados internos dos sistemas foram copiados e excluídos. Dizia ainda que "50 TB de dados está (sic) em nossas mãos". A autoria foi assumida pelo LAPSUS$ Group.

No recado, os invasores afirmaram que o site sofreu um "ransonware". Trata-se de um vírus que sequestra o conteúdo do computador da vítima e cobra uma quantia pelo resgate. Normalmente, os criminosos pedem o uso de criptomoedas para dificultar o rastreamento.

Usuários que tentaram acessar o ConecteSUS relataram que seus comprovantes de vacinação não estavam constando na plataforma. O site também saiu do ar.

No início desta manhã, a mensagem desapareceu dos sites. O acesso aos portais permanecia indisponível.

Até o momento, o Ministério da Saúde não se pronunciou sobre o ocorrido.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos