Sites de vários dos principais veículos de notícia do mundo sofrem instabilidade

·3 minuto de leitura

Alguns dos principais sites do mundo ficaram fora do ar na manhã desta terça-feira (dia 8), incluindo os de meios de comunicação como The New York Times, The Guardian, The Financial Times e Bloomberg News. O problema também afetou veículos como Le Monde e CNN.

As páginas de empresas como a Amazon e das redes sociais Twitch, Reddit e Pinterest também parecem ter sido afetadas, assim como o portal do governo britânico e dos serviços de streaming Spotify, Hulu e HBO Max. O procurador-geral do Reino Unido confirmou num tuíte que o principal site governamental do país estava fora do ar.

A razão para a instabilidade está aparentemente relacionada com um erro no Fastly, um grande provedor de serviços em nuvem. A empresa confirmou que sua rede de fornecimento de conteúdo passa por problemas, afirmando que encontrou um problema com o seu serviço de CDN (sigla em inglês para rede de fornecimento de conteúdos) e que está trabalhando para resolvê-lo.

O Fastly, que opera uma rede de entrega de conteúdo para enviar dados rapidamente pela internet, disse que identificou o problema que causou a interrupção global de seus serviços e estava implementando uma correção.

Por volta das 8h, algumas páginas voltaram a funcionar. Mas sites como o do jornal britânico "The Financial Times" ainda seguem com problemas de conexão.

A falha mostra a confiança que as páginas mais populares da internet têm em um punhado de grandes empresas de tecnologia para ajudá-las a distribuir conteúdo e hospedar usuários.

A tecnologia da Fastly é uma das poucas que atuam como um site de alto nível e serviço de hospedagem de aplicativos que grandes empresas usam para fornecer conteúdo a milhões de usuários simultaneamente.

De acordo com o site Techcruch, a instabilidade desta terça-feira não é relacionada a um centro de dados espacial, mas uma "disrupção global de CDN", afetando seus serviços em todos os continentes. Redes de fornecimento de conteúdo são uma como a espinha dorsal da internet, compostas por grupos de servidores que trabalham juntos para garantir uma performance mais rápida.

Eles armazenam versões do conteúdo de um site em diferentes locações geográficas o que, na prática, ajuda a reduzir a distância física entre o servidor e o usuário final. Isso reduz demanda em cima do servidor de origem, acelera o tempo de resposta e reduz as chances de sobrecarga.

Em resumo, em vez de hospedar todo o conteúdo do site em um único conjunto de servidores em um local, o Fastly coloca a infraestrutura em nuvem em dezenas de locais para permitir que as pessoas façam download das páginas de um servidor mais próximo a eles.

Por exemplo, quando um usuário brasileiro acessa um site americano, a probabilidade é de que o tráfego passe por um ponto local no Brasil.

Cerca de 21 mil usuários do Reddit relataram instabilidade na plataforma, e mais de duas mil pessoas fizeram o mesmo com o site da Amazon, segundo o serviço de monitoramento downdetector.com. Segundo o Down Detector, trata-se de um problema de "grande envergadura no Fastly".

Ao tentar acessar os portais e aplicativos, o usuário se deparava com o "Erro 503 Serviço Indisponível", que indica uma dificuldade de processamento no servidor.

"O site e o aplicativo do The Guardian estão fora do ar, atualmente afetados por uma instabilidade maior na internet, e retornarão assim que possível", declarou o jornal britânico em nota.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos