Smartphones Android compatíveis com serviços Google agora terão aviso na caixa

Felipe Junqueira

Todos os smartphones Android que tiverem o Google Mobile Services em breve deverão informar isso na caixa. Isso faz parte do novo acordo da Gigante das Buscas com as empresas parceiras, e que já está valendo para a Xiaomi, por isso o novo Mi 10 na Europa tem a frase “com fácil acesso aos apps do Google que você mais usa”.

A informação é recente e foi confirmada pela própria marca chinesa depois que pipocaram na internet notícias que davam a entender uma provocação da companhia à Huawei, que não pode usar serviços do Google nem de nenhuma empresa americana em seus dispositivos. A também chinesa enfrenta embargo dos EUA, impostos pela administração de Donald Trump.

Caixa do Mi 10 Pro traz frase que anuncia suporte a apps do Google (Foto: Reprodução/XDA Developers)

“Percebemos que há uma discussão sobre a caixa de celulares da Xiaomi no exterior. Para evitar equívocos, a explicação é a seguinte: a caixa faz parte de uma nova exigência dos parceiros no mais novo acordo de cooperação, similar ao 'powered by Android' mostrado em telefones Android e o 'Intel inside' nos computadores”, explica a Xiaomi, em comunicado publicado no Weibo.

Todos os dispositivos Android mostram na primeira tela, logo ao ligar, a frase “powered by Android” (“alimentado pelo Android”), para avisar que roda o sistema operacional do robozinho, afinal o Google passou a fazer essa exigência em 2014. Agora, começa a pedir que as empresas informem quando o dispositivo é compatível com os serviços móveis da companhia, também, logo na caixa.

Sem provocação à Huawei

Detalhe da frase na caixa do Mi 10 (Foto: Reprodução/XDA Developers)

A Xiaomi foi a primeira a mostrar a frase porque, segundo a companhia, precisou renovar o acordo com o Google recentemente, “e também é a primeira fabricante a lançar novos produtos depois que [a exigência] se tornou efetiva”, diz a nota.

O aviso, portanto, não é uma provocação da marca à compatriota Huawei, mas sim parte das exigências do Google. O acordo pode até ser parte de um esforço da Gigante das Buscas para garantir que o consumidor saiba quando está comprando um aparelho com GMS.

A Huawei é a primeira companhia a comercializar smartphones Android sem acesso aos serviços Google no Ocidente. Além do Mate 30, a fabricante anunciou recentemente a linha P40 na Europa. Desde o embargo, a chinesa não lançou mais nenhum smartphone no Brasil, apesar de não descartar a possibilidade — P40 Lite e P40 Pro estão homologados na Anatel.


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: