Smartwatch da Samsung será usado para tratar pacientes a distância

A parceria tem como proposta desenvolver uma plataforma de monitoramento digital utilizando os smartwatches Galaxy Watch4 para aferição e coleta de dados de pacientes (Divulgação)
A parceria tem como proposta desenvolver uma plataforma de monitoramento digital utilizando os smartwatches Galaxy Watch4 para aferição e coleta de dados de pacientes (Divulgação)
  • A ideia é utilizar a tecnologia para monitorar pacientes

  • O acessório permite que os usuários monitorem a pressão arterial

  • Existe a possibilidade de se replicar a solução em outros ambientes da área da saúde

E se existisse uma forma de saber se os pacientes estão bem sem que eles precisem passar pelo hospital? Essa é a ideia do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (InCor), que pretende utilizar smartwatch da Samsung para tratar pessoas a distância.

O projeto de pesquisa tem como foco o monitoramento remoto de pacientes que passaram por cirurgias cardíacas. A parceria tem a duração inicial de 14 meses e tem como proposta criar uma plataforma de telemonitoramento digital utilizando os smartwatches Galaxy Watch4 para coleta de dados de pacientes cardiopatas nos períodos pré-operatório e pós-operatório de cirurgia cardiovascular.

“A inovação na saúde não se dá apenas nas novas ideias, produtos e soluções, mas também de como podemos integrá-los na assistência aos pacientes e para vencermos os desafios relacionados ao engajamento em sua jornada de tratamento, como por exemplo, o monitoramento remoto de alguns parâmetros fisiológicos do paciente", explica o professor Fabio B. Jatene, vice-presidente do InCor e coordenador do InovaInCor.

O produto mais recente da Samsung permite que os usuários monitorem a pressão arterial, além de detectar um batimento cardíaco irregular através de um eletrocardiograma. O aparelho permite também o monitoramento da saturação do oxigênio, batimentos cardíacos e qualidade do sono.

Dependendo dos resultados da iniciativa, existe a possibilidade de se replicar essa solução tecnológica em outros ambientes do sistema brasileiro de saúde (SUS), viabilizando seu uso no acompanhamento clínico de pacientes de forma escalável. Além de reduzir os riscos de contaminação hospitalar, o cuidado à distância previne sequelas e ajuda a planejar o retorno para o acompanhamento médico.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos