Novo filme de "Blade Runner" será uma sequência do clássico

Los Angeles (EUA), 17 mai (EFE).- O novo filme do clássico de ficção científica "Blade Runner" será uma sequência do original, segundo a produtora Alcon Entertainment, proprietária dos direitos da obra, conforme notícia publicada nesta quinta-feira pelo site "Deadline.com".

A Alcon já havia anunciado em março de 2011 que estava finalizando negociações para adquirir os direitos de "Blade Runner, o Caçador de Androides" (1982) com a intenção de filmar cenas contextualizadas com a obra original, mas, depois do fechamento do acordo, não foram veiculadas informações sobre o enredo.

Os produtores confirmaram agora que a fita será uma continuação. A trama ocorrerá vários anos depois do momento em que transcorre "Blade Runner".

A história de "Blade Runner" se passa em uma Los Angeles futurista, do ano 2019, numa época em que o homem criou clones usados para trabalhos perigosos, conhecidos como "replicantes". Mas esses clones se rebelam contra seus fabricantes em uma colônia espacial, o que provoca um confronto entre criador e criatura.

O detetive Rick Deckard (Harrison Ford) é um dos encarregados de caçar na Terra os "replicantes" que escaparam da colônia e se escondem em Los Angeles.

O cineasta britânico Ridley Scott - diretor de "Blade Runner, o Caçador de Andróides" e "Alien, o Oitavo Passageiro" - será o responsável por realizar o novo longa e está negociando com o roteirista da fita de 1982, Hampton Fancher, para escrever o texto.

A Alcon Entertainment já avisou que a segunda parte de "Blade Runner" - história baseada no livro "Do Androids Dream of Electric Sheep?", de Philip K. Dick - não será focada no personagem de Harrison Ford, que completará 70 anos em julho. EFE