Só foi torturado na ditadura quem mereceu, diz deputado do Paraná

Deputado Ricardo Arruda (Reprodução/YouTube)
Deputado Ricardo Arruda (Reprodução/YouTube)
  • Só foi torturado na ditadura quem mereceu, diz deputado do Paraná

  • Segundo Ricardo Arruda, “nunca houve ditadura” no Brasil

  • Deputado Tadeu Veneri, do PT, rebateu as afirmações do colega

O deputado estadual Ricardo Arruda (União Brasil) disse na segunda-feira (25), durante sessão plenária da Alep (Assembleia Legislativa do Paraná), que “nunca houve ditadura” no Brasil, e os que foram torturados “mereceram”.

“Nunca houve ditadura em nosso país. Quem inventou isso aí foi a esquerda. Ditadura houve em Cuba, Venezuela e ocorre até hoje, que ganharam o governo na bala, matando quem era contra”, falou.

No brasil houve regime militar a pedido do brasil. Foi torturado quem mereceu ser torturado, que eram guerrilheiros, terroristas, que explodiam banco, saqueavam, roubavam. Esses mereciam sim e acho que foi pouco ainda”, acrescentou.

A ditatura militar no Brasil aconteceu entre os anos 1964 e 1985. A época foi marcada por perseguição, tortura e assassinatos de quem era contra o regime.

Depois, o deputado Tadeu Veneri (PT) rebateu as afirmações do colega.

“É uma vergonha o que o senhor fala naquela tribuna. É uma vergonha, porque o senhor nunca teve coragem de enfrentar a ditadura [...] Eu acho que a tribuna tem limites, a tribuna não permite tudo [...] A tortura é o que tem de pior, mais abjeto no ser humano. A tortura é prender uma pessoa sem provas, levá-la ao cativeiro, espancá-la, dar choque na uretra, choque no ânus, choque nos lábios [...] A tortura fez com que muitos delatassem pessoas que sequer conheciam”, afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos