Rússia convoca embaixador de Israel após bombardeios perto de Palmira

Moscou, 20 mar (EFE).- O Ministério das Relações Exteriores da Rússia convocou para consultas o embaixador de Israel em Moscou, Gary Koren, em relação ao ataque efetuado pela aviação israelense junto à cidade síria de Palmira, informou nesta segunda-feira Mikhail Bogdanov, vice-ministro dessa pasta.

O diplomata russo declarou que o embaixador israelense foi convocado na sexta-feira passada pela chancelaria, onde se manifestou a "preocupação" de Moscou pelo ataque aéreo desse mesmo dia.

Segundo a agência de notícias russa "Interfax", que cita veículos de comunicação israelenses, o ataque aconteceu junto a um local de concentração de militares russos.

"Dispomos de um canal de comunicação especial (para evitar incidentes) e gostaríamos que este canal funcionasse com mais eficácia, e que não se produzissem mal-entendidos (na Síria)", disse Bogdanov.

O exército sírio informou que quatro aviões israelenses atacaram na sexta-feira passada uma posição militar na estrada que conduz a Palmira, na província central de Homs, e que um dos aparelhos foi derrubado por sua defesa antiaérea. EFE