Sobe para 301 o número de mortos em tragédia na Colômbia

Bogotá, 5 abr (EFE).- O número de mortes causadas pela enxurrada e pelos deslizamentos de terra que arrasaram no último sábado vários bairros da cidade de Mocoa, na região amazônica da Colômbia, subiu nesta quarta-feira para 301, informou o Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses.

Segundo a entidade, dos 301 mortos, 173 foram identificados e ainda há necrópsias para realizar.

A tragédia na capital do departamento de Putumayo foi causada pelo transbordamento dos rios Mocoa, Sangoyaco e Mulatos, que passam pela cidade e saíram de seu curso, arrasando vários bairros, por causa da forte chuva que caiu no dia 31 de março.

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, afirmou hoje que a tragédia deixou um grande número de desaparecidos.

"Até esta manhã, 467 pessoas reportaram familiares como desaparecidos. Destes, 153 foram localizados, 119 com vida, mas infelizmente 34 mortos", afirmou o presidente.

Além disso, uma fonte da Cruz Vermelha Colombiana disse à Agência Efe que pelo menos oito estrangeiros estão desaparecidos após a enxurrada. EFE