Sobe para 90 número de mortos por chuvas e inundações no Peru

Ruas alagadas no centro histórico da cidade de Trujillo, em 18 de março de 2017

O número de mortos desde o começo do ano pelas chuvas, inundações e avalanches no Peru pelo fenômeno climático "El Niño costeiro" subiu para 90 neste sábado, segundo o último relatório oficial do Centro de Operações de Emergência Nacional (COEN).

"Não é que tenham morrido ontem (sexta-feira), mas que validamos os dados", disse a jornalistas o ministro da Defesa, Jorge Nieto, que dirige o COEN, ao informar que o balanço foi atualizado com dados recebidos nas últimas horas de zonas remotas que não puderam ser incorporados no relatório de sexta-feira.

Os dados divulgados pelo COEN também especificam que há 120.889 danificados -pessoas que perderam tudo- e 742.101 afetados -que sofreram danos menores- desde que em janeiro começaram os desastres naturais sobre as costas norte e central.

As autoridades peruanas informaram que foram registrados 347 feridos e 20 desaparecidos nas regiões afetadas, como Piura, Tumbes, Lambayeque, La Libertad, Lima, Cajamarca, Ica.