Sobe número de passageiros nos ônibus de São Paulo

VICTORIA DAMASCENO
·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O número de pessoas circulando nos ônibus da cidade de São Paulo subiu nesta quinta-feira (15), quando a capital estava na fase vermelha, segundo dados da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). Também houve leve aumento no trânsito da capital. Nesta sexta (16), o governo paulista anunciou uma fase de transição para o estado a partir de domingo (18). Cerca de 1,63 milhão de passageiros foram transportados nesta quinta, aproximadamente 50 mil a mais do que os 1,58 milhão que utilizaram o transporte público na quinta-feira passada (8), quando o estado estava na fase emergencial. Há 15 dias (1), quando a cidade passava pelo feriado antecipado anunciado pela prefeitura, foram 1,29 milhão de pessoas. Já a média de trânsito ficou em 38 quilômetros de lentidão nesta quinta, enquanto na quinta passada foram registrados 35 quilômetros. Na quinta-feira anterior, também devido ao recesso, o congestionamento foi consideravelmente menor, com 18 quilômetros. Entre os carros nas ruas da cidade, foram 5,9 milhões tanto esta quinta como na quinta-feira passada. Já na semana retrasada, foram 4,2 milhões de veículos. A média de isolamento social permaneceu a mesma na capital. O índice registrou 41% nas últimas duas quintas-feiras. Já há duas semanas, a média ficou em 43%, com dois pontos percentuais a mais. No estado de São Paulo a variação também foi pouca. O isolamento foi de 43% nesta quinta, enquanto na semana passada foi de 42%. Já na quinta anterior, a média também foi de 43%. Apesar da piora nos índices de trânsito e isolamento social, a taxa de ocupação das UTIs (unidades de terapia intensiva) para pacientes com Covid-19 segue em ritmo de queda. Nesta quarta o nível de ocupação no estado era de 85%, enquanto na semana passada era de 88%. Já há 15 dias, esse número chegou a 91,8%. A região metropolitana da capital tinha lotação de 83,3% nesta quinta, contra os 86,2% registrados na semana passada. Há duas semanas a ocupação era de 91,6%. O estado de São Paulo tem 2,7 milhões de casos confirmados de Covid-19 e 87.326 óbitos em decorrência da doença. A taxa de letalidade é de 3,2% no estado e 2,7% no país.