Sobe para 120 número de mortos após multidão ser esmagada em Halloween na Coreia do Sul

Ao menos 120 pessoas morreram e outras 100 pessoas ficaram feridas, neste sábado, após serem esmagadas por uma multidão durante a celebração do Halloween nas ruas de Itaewon, distrito em Seul, capital da Coreia do Sul. Ainda não há informações sobre o que gerou o incidente.

Em vários vídeos publicados nas redes sociais, é possível ver várias pessoas sendo socorridas pelos serviços de emergência. Em outras imagens mostram centenas de pessoas tentando passar por uma rua estreita.

Autoridades afirmam que cerca de 150 pessoas sofreram parada cardíaca após o tumulto e "várias morreram".

Através do Twitter, um brasileiro que está no local descreveu o momento: "Eu estava lá, vi os corpos sendo arrastados. No início não parecia algo grave porque pareciam estar só tirando pessoas bêbadas nas ruas, mas quando os corpos começaram a entrar na casa das dezenas que reparei que tinha algo errado", escreveu Thiago Moreira em sua rede social.

Um bombeiro disse à AP que as pessoas foram esmagadas quando uma grande multidão avançou por um beco estreito perto do Hamilton Hotel, um dos pontos mais famosos para festas de rua em Seul.

O presidente Yoon Suk-yeol ordenou que as autoridades administrassem rapidamente os primeiros socorros e tratassem as pessoas, disse o gabinete presidencial. Yoon também ordenou que os funcionários enviassem funcionários médicos de emergência para Itaewon e assegurassem leitos de emergência.