Sobe para 675 o número total de infectados por coronavírus em plataformas de petróleo, diz ANP

Ramona Ordoñez

RIO - Segundo informações da Agência Nacional do Petróleo (ANP), até as 23h59 do dia 30 de abril já foram comunicados 675 casos confirmados, ao todo, de trabalhadores com Covid-19 nas empresas que executam atividades de exploração e produção de petróleo e gás no país. No dia anterior o número total de casos confirmados era de 655.

O número de trabalhadores de plataformas marítimas que estão infectados pela Covid-19 chegou a 329 casos confirmados só no último dia 30 de abril, contra 287 casos no dia anterior.

Por sua vez o número total de trabalhadores suspeitos de estarem com a doença no último dia 30 foi de 1.657 empregados, contra 1.539 no dia anterior.

A ANP garantiu que até o momento não tem registro de mortes de trabalhadores causadas pelo Covid-19.

Pelos protocolos de de segurança, determina-se a retirada das plataformas dos trabalhadores suspeitos de estarem contaminados pelo coronavírus, assim como todos aqueles que tiveram contato próximo com eles.

E caso não seja possível manter uma equipe mínima na unidade para manter sua operação, ela será paralisada, como já ocorreu há algumas semanas em duas plataformas afretadas pela Petrobras.

A estatal informou recentemente que passou a realizar testes nos trabalhadores antes do embarque para as plataformas em vários aeroportos de onde partem os helicópteros que transportam os empregados.

A Federação Única dos Trabalhadores (FUP) e os 13 sindicatos filiados a ela continuam criticando as medidas de prevenção e segurança que vêm sendo adotadas pela Petrobras, alegando que não são suficientes.

A FUP alerta que, quando um trabalhador chega em terra e é testado positivo para Covid-19 com sintoma leves, ele é enviado para fazer a quarentena em casa, o que pode pode contribuir para a disseminação do vírus.

Já a ANP argumenta que esses procedimentos de segurança são acompanhados pela Anvisa, pela Secretaria do Trabalho e pelo Ministério Público do Trabalho.