Sobe para nove o número de mortos em festival de música nos EUA

·1 min de leitura
Artista Travis Scott no Festival Astroworld, em 9 de novembro de 2019, no Estádio NRG de Houston, Texas (AFP/Suzanne Cordeiro)

Uma estudante de 22 anos encurralada no meio da multidão em uma correria no festival Astroworld, realizado no Texas, não resistiu aos ferimentos, anunciaram membros de sua família nesta quinta-feira (11), tornando-se a nona vítima fatal do evento musical.

Bharti Shahani ficou internada em um hospital na área metropolitana do Texas por quase uma semana.

"Quero meu bebê de volta", implorou sua mãe em lágrimas na frente dos repórteres.

Shahani assistia ao show do rapper americano Travis Scott, quando uma terrível avalanche humana deixou outras oito pessoas mortas e centenas de feridos.

"Uma pessoa caiu e as outras seguiram como dominós", contou ao canal de TV local ABC13 Mohit Bellani, primo da jovem que morreu nesta quinta-feira, que a acompanhava no festival.

"Havia corpos empilhados, nós lutamos para chegar à superfície e respirar para nos mantermos vivos", disse ele.

Um menino de 9 anos, Ezra Blount, está entre a vida e a morte.

Já foram apresentadas dezenas de denúncias contra os organizadores do show. O principal acusado é o rapper Travis Scott, organizador central do evento e presente no palco no momento da tragédia.

cjc/sl/dg/rsr/ic

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos