Socialite do agro pede demissão 'sem dó' de funcionários pró-Lula

Apoiadora de Bolsonaro, a socialite Roseli D’Agostini Lins pediu a demissão “sem dó” dos funcionários que votarem em Lula em um vídeo publicado nas redes sociais. (Foto: Reprodução/Instagram)
Apoiadora de Bolsonaro, a socialite Roseli D’Agostini Lins pediu a demissão “sem dó” dos funcionários que votarem em Lula em um vídeo publicado nas redes sociais. (Foto: Reprodução/Instagram)

A empresária e socialite Roseli D’Agostini Lins pediu a demissão “sem dó” dos funcionários que votarem no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para a Presidência este ano. Dona de propriedades na Bahia, ela é apoiadora do presidente Jair Bolsonaro (PL) e afirma que a medida é “uma questão de sobrevivência”.

“Eu queria falar algo para os nossos agricultores. Façam um levantamento, quem vai votar no Lula, demitam e demitam sem dó. Porque não é uma questão de política, é uma questão de sobrevivência. E você que trabalha com agro e que defende o Lula, faça um favor, saia também”, afirmou, em vídeo publicado na última quarta-feira (31/08) nas redes sociais.

D’Agostini também cita a disputa ao governo na Bahia e menciona o candidato ACM Neto (União Brasil) em meio às críticas e ao pedido de “ataque” como estratégia de defesa ao agronegócio.

“Vamos atacar gente, não tem outro jeito não. O que que nós vamos fazer? Tem gente defendendo o agro e votando no Lula, votando no ACM Neto. O que que nós queremos do nosso país? Que continue do jeito que está? Eu estou indignada, eu estou indignada”, repetiu.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

“Nós agricultores temos que tomar posição, e não venha me dizer ‘a não, tem que, direito’, não é direito, é questão de sobrevivência”, completou.

Nesta segunda (5), o perfil da socialite no Instagram foi fechado para seguidores. Na foto, ela estampa uma imagem que destaca o 7 de Setembro com a bandeira do Brasil. Na descrição, Rose se identifica como aposentada, conservador e “entusiasta pelos rumos que o Brasil está trilhando!”.