"Ghost in the Shell" e "Poderoso Chefinho" entram em cartaz nos EUA

Los Angeles (EUA.), 30 mar (EFE).- "A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell" e "O Poderoso Chefinho", as principais estreias dos cinemas americanos neste fim de semana, têm tudo para brigar pela liderança da bilheteria, controlada há duas semanas pela nova versão de "A Bela e a Fera".

O desenvolvimento extremo da inteligência artificial, a perda da privacidade e a invasão tecnológica a todos os níveis são alguns dos dilemas em "Ghost in the Shell", dirigido por Rupert Sanders e com elenco liderado por Scarlett Johansson, Juliette Binoche, Michael Pitt, Pilou Asbaek e Takeshi Kitano.

Johansson interpreta Major, uma ciborgue projetada para servir em uma corporação de elite policial. Considerada a primeira de uma nova evolução da fusão entre o ser humano e as máquinas, seu mundo irá abaixo ao descobrir novos aspectos sobre a natureza de sua identidade e seu passado.

A outra grande estreia é "O Poderoso Chefinho", uma animação da DreamWorks que mostra como a chegada de um bebê impacta de forma decisiva toda a família, uma história narrada do ponto de vista do irmão mais velho do bebê, de sete anos. Dirigido por Tom McGrath, o filme conta com as vozes de Alec Baldwin, Steve Buscemi, Jimmy Kimmel e Lisa Kudrow na versão original.

Outro longa-metragem que entra em cartaz é "The Zookeeper's Wife", de Niki Caro, que conta a história real dos cuidadores do zoológico de Varsóvia, Antonina e Jan Zabinski, que ajudaram a salvar centenas de animais durante a invasão da Alemanha nazista na Segunda Guerra Mundial. Jessica Chastain, Johan Heldenbergh, Daniel Brühl e Timothy Radford compõem o elenco.

Completa as estreias "Cézanne et moi", de Danièle Thompson, um relato histórico que analisa a amizade entre dois dos mais famosos artistas franceses do século XIX, o pintor Paul Cézanne (Guillaume Gallienne) e o escritor Emile Zola (Guillaume Canet). EFE