Sonho de bilionários: megaiate inspirado em 'buraco negro' terá olho de vidro gigante e beach club

Um dos maiores mistérios do universo, o "buraco negro" é a inspiração de um novo sonho de consumo de bilionários: o megaiate Zion, projetado pelo Bhushan Powar Design, estúdio indiano de design de barcos de luxo. À primeira vista, o que mais chama a atenção no desenho da embarcação, avaliada em US$ 600 milhões, é uma cúpula de vidro gigante, que se parece com um olho e, por extensão, remete à tal região intrigante do espaço. Ela tem uma função: permitir aos navegantes contemplar o mar com uma visão constante de 180 graus. Mas esta nova joia dos mares, com 110 metros de extensão, tem muito mais.

Visto para a Europa: Tudo o que você precisa saber sobre o Etias

No topo: Conheça o hotel em Gramado eleito por viajantes o segundo melhor do mundo

Faça a coisa certa: Da Amazônia à Serra Gaúcha, saiba onde se hospedar respeitando a natureza

Com design inovador na forma, no conteúdo e no uso de materiais como alumínio e vidro, o iate projetado pelo estúdio da Índia tem até um beach club particular. Ou seja, foi projetado para permitir uma navegação que esbanja luxo e conforto, mas sem abrir mão do contato com a natureza. Para se ter uma ideia, o megaiate tem uma piscina com fundo de vidro, ponte suspensa, elevador transparente, deques espaçosos e, claro, heliponto. Além de uma suíte principal com deque privativo, são dez cabines de luxo, com espaço para cerca de 20 convidados e 20 tripulantes.

"A inspiração vem do fenômeno mais misterioso e belo do universo, o buraco negro, que atrai muita energia. O conceito do Zion captura os olhos com sua elegância moderna e surpreende com os mistérios que há nas profundezas", diz o material de divulgação da Bhushan Powar Design, que revelou agora em maio seu projeto, ainda sem data de lançamento por alguma armadora.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos