Sonho da casa própria deve ficar mais caro este ano

Bruno Rosa
·1 minuto de leitura

RIO - A alta dos custos com material de construção e o aumento dos juros já têm reflexos no mercado imobiliário. Segundo estimativas, o sonho da casa própria pode ficar até 6% mais caro este ano, além de frear os lançamentos de unidades.

A valorização do dólar frente ao real impactou o preço das matérias-primas. Nos últimos 12 meses, o aumento médio foi de 15% a 20%. Mas produtos como o cobre subiram mais de 200% no período.

Para especialistas, o juro mais alto _ o Banco Central elevou a taxa de 2% para 2,75% ao ano e indicou novo aumento de igual magnitude (0,75 ponto percentual) em maio _ tende a reduzir a demanda por financiamento ao longo do ano e encerrar o ciclo de recordes de vendas.

Em janeiro e fevereiro, houve alta de 77% na compra de imóveis financiados na comparação com o primeiro bimestre do ano passado.

Confira a reportagem completa exclusiva para assinantes do GLOBO.