Sony expandirá incubadora de games na China de olho em ampliar vendas do PS5

Por Josh Ye

HONG KONG (Reuters) - A Sony disse nesta terça-feira que planeja expandir um programa para identificar e incubar videogames desenvolvidos na China, em uma corrida com a Microsoft para explorar o mercado de jogos do país asiático.

O programa investirá mais de 1 milhão de iuans (cerca de 140 mil dólares) em cada jogo inscrito e financiará pequenas e grandes equipes com dezenas de engenheiros ou mais, disse Bao Bo, diretor de produção de jogos da Sony na China.

Os planos da gigante de tecnologia japonesa foram divulgados durante um evento para relançar o programa China Hero Project, interrompido pela pandemia.

"A escala da terceira temporada excederá em muito as duas anteriores", disse Bao, acrescentando que a empresa publicará alguns jogos e que a PlayStation Studios apoiará os projetos inscritos.

A Sony disse que será produtora de "Lost Soul Aside" e "Convallaria", dois jogos inscritos nas duas temporadas anteriores do projeto.

O China Hero Project revelou seus dois primeiros lotes de games em 2017 e 2019 e apoiou 17 títulos, dos quais sete chegaram ao mercado.

A Sony vendeu mais de 3,5 milhões de consoles PS4 na China e Jim Ryan, presidente-executivo da Sony Interactive Entertainment (SIE) disse que a empresa vendeu cerca de 670 mil unidades do PS5 desde o lançamento do console na China em maio de 2021.

Tatsuo Eguchi, presidente da SIE Shanghai, disse que o objetivo da Sony é vender o dobro de consoles PS5 em relação ao PS4 e acredita que o China Hero Project pode ajudar a atingir esse objetivo.

"Queremos que os jogadores de todo o mundo entendam melhor a criatividade que vem da China. Sempre tive um sonho de que os jogos de console se tornassem uma parte regular do entretenimento diário do povo chinês", disse ele.