Soraya vai votar, é vaiada e diz que foi milagre pontuar em pesquisas

Soraya Thronicke (Foto: REUTERS/Carla Carniel)
Soraya Thronicke (Foto: REUTERS/Carla Carniel)

FOLHAPRESS - Candidata a presidente pelo União Brasil, a senadora sul-mato-grossense Soraya Thronicke votou na manhã deste domingo (2) na capital do Estado, Campo Grande, sob vaia de eleitores.

As vaias foram iniciadas por uma mulher, que não quis se identificar, que a chamou de "traidora de Mato Grosso do Sul", fazendo alusão às eleições de 2018.

Naquele pleito, Soraya se elegeu senadora junto a onda bolsonarista, mas agora faz oposição ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

As vaias foram seguidas por dezenas de outros eleitores que se encontravam no local de votação. Sem nenhuma intervenção, o protesto cessou assim que Soraya se retirou da seção eleitoral.

A candidata não comentou a situação, mas comentou revelou que enxerga como um milagre ter pontuado nas pesquisas de intenção de votos para a Presidência.

"Sempre serei fiel as bandeiras que me elegeram, entre elas o combate a corrupção. Termino feliz essa campanha pois para mim só de pontuarmos nas pesquisas já é um milagre", frisa.

Antes de ser vaiada, Soraya afirmou à imprensa que o ambiente das eleições é inóspito, principalmente para as mulheres, que sofrem mais com a violência. Ela ainda disse que vai concordar com o resultado das urnas.

*da Folhapress, Nyelder Rodrigues