Soraya relata ameaças após ter feito críticas a Bolsonaro em debate

***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 19.08.2022 - Retrato da candidata do União Brasil à presidência da República, Soraya Thronicke. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress
***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 19.08.2022 - Retrato da candidata do União Brasil à presidência da República, Soraya Thronicke. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), ofereceu reforço da polícia legislativa a Soraya Thronicke (União Brasil-MS), candidata a presidente.

Senadora, ela relatou ao colega de Casa que tem recebido ameaças nas redes sociais desde que fez críticas ao presidente Jair Bolsonaro (PL) no debate entre candidatos, no último domingo (28).

No encontro, a candidata disse que o presidente era tchutchuca com homens, mas tigrão com mulheres, e prometeu "entregar muita coisa". Ela já conta com proteção da Polícia Federal e está avaliando a proposta de Pacheco.