Sorvete, McDonald's e hotéis: gastos de R$ 27 milhões no cartão corporativo de Bolsonaro perdem sigilo

A quantia gasta pelo cartão corporativo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi disponibilizada no site da Secretaria-Geral da Presidência da República após a queda do sigilo destes dados, diante do fim de seu mandato. O pedido pela divulgação das informações foi feito pela agência Fiquem Sabendo, que disse ter recebido a resposta nesta quarta-feira.

O valor total registrado foi de R$ 27,6 milhões, incluindo despesas com sorvetes (R$ 8,6 mil), hospedagens (R$ 6,5 milhões) e lanches no McDonald's (na casa dos R$ 800).

Chama atenção que, em 3 de julho de 2022, a conta no fast-food foi de R$ 392. Outro destaque fica para o estabelecimento Casa de Doces e Queijos Brasília, com gastos em R$ 9 mil. Em 6 de setembro de 2021, apenas neste local, a despesa ultrapassou R$ 500.