Sorveteria causa polêmica ao exibir cena de assassinato em vitrine na Inglaterra

Uma das sorveterias mais populares do Reino Unido, a Kaspa's, foi criticada ao reproduzir a cena de um assassinato na vitrine de uma de suas filiais em Londres. Pedestres que passavam em frente ao estabelecimento eram surpreendidos pela réplica de um corpo embrulhado em saco de lixo, com um cutelo ensanguentado ao lado. A “decoração” era temática para o Halloween.

Uma publicação no Twitter tinha a foto da vitrine com a seguinte legenda: “Este é o restaurante Kaspa's Desserts na Eltham High Street, em South London. Vitrine de Halloween altamente inadequada, se você me perguntar. As crianças veem isso no caminho para a escola!”

Com o passar do tempo, diversos internautas se juntaram com a visão da publicação original e criticaram a ação da sorveteria. "De quem foi essa ideia brilhante?", ironizou um. “Por que não os velhos clássicos de abóboras esculpidas, fantasmas e bruxas?”, perguntou outro.

Patrick Green, líder da Ben Kinsella Trust, uma entidade pacifista, também fez questão de se posicionar contra a exibição da cena: "É insensível e provavelmente causará angústia a qualquer pessoa que tenha sido afetada por crimes com faca". A entidade comandada por ele foi criada após o trágico assassinato de Ben Kinsella em 2008, em Londres. O jovem de 16 anos foi esfaqueado até a morte após ter sido confundido com outra pessoa, que havia participado de uma briga mais cedo naquele mesmo dia.

Diante da repercussão negativa, a loja desfez a “decoração temática” da vitrine e emitiu uma nota de retratação. "Foi de mau gosto, e pedimos desculpas por qualquer sofrimento que tenha causado", disseram.