Source Music pede desculpas por fotos de Sowon, do GFriend, com manequim nazista

Louise Queiroga
·2 minuto de leitura

Fotos publicadas pela integrante Sowon, do grupo GFriend, em que ela aparece admirando um manequim vestido com uniforme nazista, causaram controvérsia entre internautas. A agência que administra o sexteto emitiu um comunicado sobre o caso nesta segunda-feira, dia 1º, pedindo "nossas mais profundas desculpas pela polêmica causada pelo vídeo dos bastidores de nosso grupo GFriend para o show de lançamento e pelas fotos enviadas por Sowon nas redes sociais".

Segundo a Source Music, um café em Paju foi alugado em novembro de 2020 por uma produtora terceirizada para que fosse realizada uma gravação para a apresentação de lançamento do novo álbum do conjunto.

"Além de filmar para o vídeo dos bastidores no set, nossa equipe também tirou várias fotos para postar nas contas de mídia social do artista", afirmou a empresa. "No dia das filmagens, o departamento responsável pela verificação do set desconhecia o problema com a vestimenta do manequim. Embora a inspeção interna e as discussões tenham sido conduzidas antes de enviar o vídeo dos bastidores (12 de dezembro) e as fotos (31 de janeiro), elas foram postadas sem o conhecimento do problema".

Embora tenham relatado desconhecer a origem do uniforme militar do manequim, a gravadora reforçou o pedido de desculpas por não ter verificado possíveis adereços inadequados.

"Pedimos desculpas por não verificar o local de filmagem em busca de adereços inadequados com antecedência, por não inspecionar completamente o conteúdo durante o processo de filmagem e envio e por não prestar mais atenção a fatos históricos e questões sociais. Pedimos sinceras desculpas a todos que se sentiram incomodados com o vídeo e as fotos mencionados", frisou.

A Source Music informou ter editado o vídeo, removendo a parte do manequim nazista e destacou que Sowon "também ficou muito surpresa ao se dar conta do significado do conteúdo das fotos". As postagens que ela fizera no Instagram foram apagadas "imediatamente".

"Ela se sente profundamente responsável e com o coração partido por ter enviado essas fotos", afirmou a agência. "Teremos em mente o fato de que o conteúdo que produzimos e compartilhamos afeta muitas pessoas e prestaremos ainda mais atenção às questões sociais no futuro. Pedimos desculpas mais uma vez àqueles que ficaram magoados com o vídeo e as fotos".