SP compra 4 milhões de doses de CoronaVac para paulistas, relaxa quarentena e anuncia 30 eventos-teste

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO - O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira a compra de 4 milhões de doses da vacina CoronaVac para acelerar a campanha de imunização contra a Covid-19 no estado. A primeira entrega deve ocorrer ainda nesta quarta, com 2,7 milhões de ampolas vindas da China. O restante, 1,3 milhão, é esperado para até 26 de julho.

Com essa quantidade extra de imunizantes, um novo calendário deve ser apresentado nos próximos dias. O uso dessas vacinas será dedicado ao estado de São Paulo, exclusivamente.

Na mesma coletiva de imprensa, realizada no Palácio dos Bandeirantes, o governador anunciou relaxamento na quarentena a partir desta sexta-feira, 9 de julho, feriado no estado. O horário de funcionamento de atividades econômicas será ampliado até às 23h — anteriormente, o fechamento de estabelecimentos era marcado para as 21h. Também permitiu o avanço da ocupação, de 40% para 60%.

O governador João Doria (PSDB) também reiterou o compromisso de que o Instituto Butantan antecipará em 30 dias a conclusão da entrega dos 100 milhões de doses da vacina CoronaVac compradas pelo Ministério da Saúde.

— O instituto Butantan entregará 47 milhões de doses complementares (de CoronaVac) até 31 de agosto — afirmou o governador.

Pelo contrato, o instituto poderia entregar esses lotes até 31 de setembro ao Programo Nacional de Imunização (PNI).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos