SP diz ter vacinado 33 mil pessoas em casa com 2ª dose da vacina

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Durante o chamado Dia D, realizado no último sábado (5) para oferecer a dose de reforço a quem perdeu o prazo de tomar a vacina contra a Covid-19, a Prefeitura de São Paulo vacinou 33.166 mil pessoas que estavam em suas casas, segundo o secretário de Saúde, Edson Aparecido. A ação envolveu mais de 10 mil agentes de saúde só na capital.

Outras 46 mil pessoas procuraram os postos de vacinação para a segunda dose no sábado, segundo o secretário. Aparecido afirmou que o trabalho de busca ativa daqueles que perderam o prazo foi fundamental para que quase 80 mil pessoas -dos quase 200 mil faltosos- recebessem a segunda dose.

"Ela [busca ativa] está sendo fundamental para localizar as pessoas que não podem se locomover, já que 99% das pessoas que nós alcançamos estavam acamadas, sem poder se levantar para ir tomar a segunda dose", afirmou.

O trabalho de busca ativa consiste no agente de saúde ligar para pessoa que perdeu o prazo de tomar a segunda dose e, caso ela não possa comparecer até o posto de vacinação, a equipe marca uma visita para aplicar a vacina onde ela estiver.

Foi dessa forma que agentes de saúde conseguiram localizar e vacinar, no último sábado, o aposentado Daniel Pedroso de Moraes, 76 anos. Acamado há dois anos devido a um ferimento a bala na região do abdômen, ele havia tomado a primeira dose da CoronaVac em sua casa, na zona leste, no dia 24 de março. Como ele não tinha como ir até o posto de vacinação, o reforço acabou sendo aplicado somente no sábado, mais de dois meses além do prazo limite prescrito pelo fabricante.

Como ainda falta vacinar mais de 100 mil pessoas que estão sem a dose de reforço por terem perdido o prazo, o trabalho continuará nessa semana, segundo o secretário.

Das mais de 400 mil pessoas em todo o estado de São Paulo que não apareceram para tomar a segunda dose, 119 mil foram aos pontos de vacinação no Dia D, no sábado.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde afirmou que a responsabilidade de realizar a busca ativa é dos municípios, porém, envia SMS e email para lembrar as pessoas para tomarem a dose de reforço. O número consta no pré-cadastro do site VacinaJá.

Ainda segundo o governo estadual, cabe aos municípios realizar o cadastro devido de todos os vacinados na plataforma VaciVida.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos