SP pretende vacinar forças de segurança em 10 dias

·3 minuto de leitura
Governador João Doria foi a Academia Barro Branco acompanhar início da vacinação (Foto: Reprodução)
Governador João Doria foi a Academia Barro Branco acompanhar início da vacinação (Foto: Reprodução)
  • São Paulo pretende imunizar todos membros das forças de segurança com uma dose em dez dias

  • Vacinação do grupo começou nesta segunda-feira

  • Imunização de idosos de 68 anos continua no estado

Começou nesta segunda-feira (5), em todo o estado de São Paulo, a vacinação das forças de segurança. A previsão do secretário de Segurança Pública, João Campos, é de que em 10 dias, todas as 180 mil pessoas contempladas tenham recebido a primeira dose.

A vacinação inclui policiais civis, militares, corpo de bombeiros, polícia científica, polícia técnica, polícia federal, polícia rodoviária federal, agentes penitenciários e também os funcionários da Fundação Casa.

Leia também

“Temos a convicção que em 10 dias, estarão todos vacinados”, afirmou o secretário. O governador, João Doria (PSDB), esteve na Academia Barro Branco nesta segunda-feira para acompanhar a imunização.

Os policiais são vacinados em postos definidos pela própria Secretaria de Segurança Pública.

Vacinação de idosos

SAO PAULO, March 2, 2021 -- A health worker injects an old man with the CoronaVac vaccine developed by Chinese firm Sinovac during a drive-thru immunization at Morumbi Stadium in Sao Paulo, Brazil, on March 2, 2021. (Photo by Rahel Patrasso/Xinhua via Getty) (Xinhua/Rahel Patrasso via Getty Images)
Vacinação de idosos continua no estado de São Paulo (Foto: Xinhua/Rahel Patrasso via Getty Images)

Ao mesmo tempo, continua no estado a vacinação de pessoas de 68 anos. A imunização dessa faixa etária começou na última sexta-feira (2). O governo ainda não anunciou quando a próxima idade será contemplada no Plano Estadual de Imunização.

Profissionais de saúde na capital paulista

A partir desta segunda-feira (5), a cidade de São Paulo começara a vacinar profissionais de saúde a partir dos 52 anos contra a covid-19. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, serão imunizadas cerca de 10 mil pessoas.

Estão incluídos profissionais de saúde, como:

  • Médicos

  • Enfermeiros

  • Técnicos e auxiliares

  • Nutricionistas

  • Fisioterapeutas

  • Terapeutas ocupacionais

  • Biólogos

  • Biomédicos e técnicos de laboratórios que façam exames de covid-19

  • Farmacêuticos e técnicos de farmácias

  • Odontólogos e técnicos de saúde bucal

  • Fonoaudiólogos

  • Psicólogos

  • Assistentes sociais

  • Profissionais de educação física

  • Médicos veterinários

A Secretaria Municipal de Saúde reforça que, mesmo após a vacinação, é necessário manter o distanciamento social, usar máscaras e fazer a higiene das mãos. A vacinação acontece nas 468 Unidades Básicas de Saúde da capital, nos 19 postos drive-thru, AMAs com UBS integrada e centros-escola.

Até o último dia 3, a cidade de São Paulo havia aplicado 1,8 milhão de doses da vacina contra a covid-19.

Vacinação de professores

Vacinação de professores

Em todo o estado de São Paulo, professores começarão a ser vacinados contra o coronavírus a partir de 12 de abril. Inicialmente, a vacinação será para profissionais da educação a partir dos 47 anos.

"Começamos a vacinar 350 profissionais da educação que atual da creche ao ensino médio no estado de São Paulo. Nessa primeira etapa da de vacinação dos profissionais da educação, serão imunizados 35o mil professores, diretores de escolas, inspetores de alunos e profissionais que trabalham na rede estadual, rede municipal e rede privada", detalhou o governador João Doria (PSDB).

A vacinação era uma demanda dos professores para que as aulas presenciais pudessem ser retomadas com maior segurança.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos