SP reduz intervalo entre doses da Pfizer para 21 dias

·2 min de leitura
A health worker prepares a jab of the Pfizer-BioNtech Covid-19 vaccine at the Cau Hansen's Event Center, located in the city of Joinville, state of Santa Catarina, Brazil, on August 27, 2021. - Adults in Joinville get the shot of the COVID-19 vaccine in the upper part of their buttocks since the beginning of the campaign in January, but a picture of a resident being inoculated made the practise viral, which the local authority justifies for giving less adverse reactions. (Photo by Carlos  JUNIOR / AFP) (Photo by CARLOS  JUNIOR/AFP via Getty Images)
A partir de terça, quem tomou a vacina da Pfizer há mais de 21 dias pode procurar um posto de vacinação para receber a segunda dose (Foto: CARLOS JUNIOR/AFP via Getty Images)
  • SP reduziu intervalo das doses da vacina da Pfizer para 21 dias

  • Medida passa a valer nesta terça-feira (19) para maiores de 18 anos

  • Adolescentes serão contemplados mediante a chegada de mais vacinas ao estado

O governo de São Paulo vai reduzir o intervalo entre as doses da vacina da Pfizer para 21 dias. Até então, era necessário esperar 8 semanas. O prazo já havia sido reduzido anteriormente, de 12 para 8 semanas, no dia 24 de setembro. 

A medida começa a valer nesta terça-feira (19) em todas as cidades do estado e vai beneficiar 2 milhões de paulistas que ainda precisam da segunda dose para estarem com o esquema vacinal completo. Isto quer dizer que qualquer um que tenha tomado a primeira dose da Pfizer há mais de 21 dias pode procurar um posto de vacinação a partir de terça para tomar a segunda dose. A medida, no entanto, ainda não vale para os adolescentes. 

“Distribuímos integralmente a todas as cidades as doses necessárias para concluir a imunização do público adulto e, por isso, pactuamos com o Cosems esta redução no prazo para 21 dias”, afirma a coordenadora geral do Plano Estadual de Imunização, Regiane de Paula. 

Em outros países, como nos Estados Unidos, a aplicação da Pfizer acontece com intervalo de 21 dias. O prazo é o indicado na bula do medicamento. 

Medida não vale para adolescentes

A medida, no entanto, não vale para os adolescente. Segundo o governo de São Paulo, o prazo vai diminuir para este público "mediante disponibilização de mais doses de Pfizer pelo Ministério da Saúde".

Vacinação no estado de SP 

O estado de São Paulo já aplicou 68,6 milhões de doses de vacinas contra a covid-19. 

  • Adultos vacinados com a primeira dose: 99,67%

  • Adultos com esquema vacinal completo: 83,33%

  • Total da população com a primeira dose: 83,09%

  • Total da população com esquema vacinal completo: 63,95%

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos