SP tem trânsito lento nesta sexta-feira; recomendação é pegar estrada após as 20h

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O paulistano que vai pegar a estrada no feriadão prolongado ou que está voltando para casa deve se preparar para enfrentar pontos de congestionamentos na capital no fim da tarde e no início da noite desta sexta-feira (11).

Na terça-feira (15) é comemorado o Dia da Proclamação da República, e segundo a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), cerca de 4 milhões de veículos devem circular pelas principais rodovias paulistas entre esta sexta e a volta do feriado.

Às 16h desta sexta, a cidade tinha 259 km de lentidão, segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).

O número é 33% maior que a média geral para o horário em uma sexta-feira (194 km), de acordo com o órgão. Na última sexta (4), às 16h, a capital registrava 173 km de lentidão, ou seja, 86 km a menos de sofrimento para os motoristas do que nesta véspera de feriadão.

No mesmo horário nesta sexta, a marginal Pinheiros tinha ao menos quatro pontos de lentidão, nas pistas local e expressa, sentido Interlagos (zona sul), que totalizavam 6,3 km.

No sentido rodovia Castelo Branco (zona oeste), a marginal Pinheiros tinha dois pontos de trânsito lento, ambos na via expressa, que somavam 9,4 km.

A marginal Tietê, também segundo a CET, tinha às 16h dois pontos de lentidão, na via expressa e na local, ambos sentido rodovia Ayrton Senna (zona leste), que somavam quase 5 km.

As vias da região sul da capital eram as que apresentavam maior lentidão às 16h, com 22 km, seguidas pela região oeste, com 18 km.

A orientação das concessionárias que administram rodovias paulistas é que os motoristas evitem pegar a estrada nos horários de fluxo mais intenso: das 16h às 20h, nesta sexta, e das 9h às 12h, no sábado (12).

No sistema Anchieta-Imigrantes, a expectativa é de que 285 mil a 440 mil trafeguem em direção à Baixada Santista durante o feriado.

O movimento rumo ao litoral deve aumentar na noites desta sexta. Desde as 14h até as 2h deste sábado estará em vigor a operação descida, com sete faixas para o litoral e três no sentido capital.

Às 16h30, segundo a concessionária Ecovias, havia dois pontos de congestionamento na Imigrantes, rumo ao litoral --do km 32 ao km 43 e do km 28 ao km 32--, devido ao fluxo intenso de veículos.

O sistema Castelo Branco-Raposo Tavares e o trecho oeste do rodoanel devem receber mais de 1,7 milhão de veículos durante o feriado, segundo a Artesp.

De acordo com a agência, no corredor Ayrton Senna-Carvalho Pinto a estimativa para este feriado é de que mais de 1,028 milhão de veículos passem pelas quatro praças de pedágio das rodovias, nos dois sentidos, até terça.

O motorista também deve ficar atento à possibilidade de enfrentar pistas molhadas. Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), há previsão de pancadas de chuva na noite desta sexta em São Paulo e em cidades do litoral como Santos, Guarujá e Praia Grande.

Na capital, o rodízio de veículos estará suspenso na segunda (14) e na terça-feira (15).