SP vai comprar 2 mil cilindros de oxigênio para evitar desabastecimento

·2 min de leitura
Volunteers from the SOS medical emergency services refill oxygen tanks for free, in Manaus, Brazil on January 30, 2021. - As a new pandemic wave hits Latin America, the region with the second highest number of deaths from COVID-19 in the world, the same scene of desperation repeats itself: people queueing in long lines or paying exorbitant prices for an oxygen tank, while the sick die of asphyxiation in hospitals. (Photo by MICHAEL DANTAS / AFP) (Photo by MICHAEL DANTAS/AFP via Getty Images)
Para evitar desabastecimento em muncípios menores, governo estadual comprou 2 mil cilindros de oxigênio (Foto: MICHAEL DANTAS/AFP via Getty Images)
  • São Paulo vai comprar 2 mil cilindros de oxigênio

  • Aquisição será feito com apoio da iniciativa privada

  • Estados menores, sem usinas de oxigênios, serão os primeiros a receberem cilindros

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (30) que irá comprar 2 mil cilindros de oxigênio. O objetivo é ajudar municípios que correm risco de desabastecimento, devido à crise da covid-19. Segundo o governador João Doria (PSDB), a aquisição será feita com ajuda do setor privado.

"O governo de São Paulo, com apoio do setor privado, fez a compra de 2 mil cilindros de oxigênio e começa a distribuição naqueles municípios que precisam pois não dispõem de usinas de oxigênio e são unidades menores de atendimento", disse Doria durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

Leia também:

"Foram comprados também mil concentradores de oxigênio, aparelhos de apoio aos pacientes menos graves, mas fundamentais nesse atendimento para salvar vidas, principalmente nos pequenos municípios de São Paulo."

Doria ainda anunciou a abertura de novos leitos no Hospital das Clínicas, na capital paulista. "Hospital das Clínicas abre 163 novos leitos com parceria da iniciativa privada. Serão abertas mais 58 vagas de UTI e 75 de enfermaria, exclusivos para Covid-19. Com isso, o HC chega a 628 leitos exclusivos para atendimentos de casos graves de covid", explicou.

Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico, explicou que o consumo de oxigênio cresceu 40% em todo o estado. Por isso, alguns municípios estão em situação crítica.

"Identificamos que temos 120 municípios em situação de emergência necessitando cilindros. Estamos hoje iniciando as primeiras remessa da compra dos 2 mil cilindros e dos mil concentradores, que foram localizados em Atlanta (EUA)", afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos