SpaceX vai levar ‘pedaço’ do Ethereum para o espaço

·2 minuto de leitura
Ethereum. (Foto: Getty Images)
Ethereum. (Foto: Getty Images)
  • SpaceX vai levar "node" do Ethereum para o espaço.

  • Software é responsável por checagem e segurança da rede.

  • Plano é testar projetos de blockchain no espaço.

A SpaceX, empresa fabricante de foguetes do bilionário Elon Musk, vai levar um “node” do Ethereum – pedaço de software que mantém a rede funcionando por meio de checagens simultâneas que garantem sua segurança – para a Estação Espacial Internacional.

Leia também:

O projeto faz parte de uma experiência para integrar a tecnologia presente na Estação Espacial com a blockchain do Ethereum e testar possibilidades de uso.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

A missão será uma parceria com a empresa SpaceChain, e essa não é a primeira vez que cargas com projetos relacionados a blockchain são enviadas ao espaço. As informações são do site Science Times.

A segunda cripto mais valiosa do mundo, atrás apenas do bitcoin, e considera a principal “moeda alternativa” do momento, o Ethereum tem sido beneficiada pela corrida dos NFTs – já que os tokens não-fungíveis são registrados em sua blockchain. A rede Ethereum permite o registro de “contratos” mais complexos, ao contrário do bitcoin que se limita à troca de valores monetários de ponta a ponta. Para executar e interagir com esses contratos, é necessário pagar “taxas de combustíveis” para os mineradores – essas taxas são pagas em ether, a moeda nativa da rede. Assim, o Ethereum funciona como um grande mercado interno que se retroalimenta. Não há limite de suprimento na rede.

Biografia

Elon Musk é hoje o terceiro homem mais rico do planeta, com fortuna estimada em mais de US$ 160 bilhões. De origem sul-africana, ele fez fortuna nos Estados Unidos com negócios ligados a tecnologia – ele foi um dos responsáveis pelo sucesso do PayPal.

Nos últimos anos, vem investindo seu dinheiro em diferentes empresas: a Tesla, que fabrica carros elétricos, a SpaceX, que produz foguetes e tecnologia aeroespacial, a Boring Company, que cava túneis de transporte subterrâneos, e a Neuralink, que estuda implantes eletrônicos cerebrais.

Musk investe ainda na OpenAI, uma organização aberta que estuda inteligência artificial.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube