SpaceX levará quatro astronautas à ISS no sábado

·2 minuto de leitura
Os astronautas da Nasa Shannon Walker, Victor Glover e Mike Hopkins, bem como o japonês Soichi Noguchi em 8 de novembro de 2020 na Flórida
Os astronautas da Nasa Shannon Walker, Victor Glover e Mike Hopkins, bem como o japonês Soichi Noguchi em 8 de novembro de 2020 na Flórida

Um foguete SpaceX levará no sábado três astronautas da Nasa e um japonês à Estação Espacial Internacional (ISS) para uma missão de seis meses que confirma a retomada dos voos tripulados lançados dos Estados Unidos em maio passado, depois de nove anos de interrupção e dependência da Rússia.

A Nasa aprovou oficialmente nesta terça-feira (10) o uso da cápsula Crew Dragon, da SpaceX, para transportar seus astronautas em voos regulares por considerá-la segura.

A SpaceX, empresa fundada pelo empresário Elon Musk, concluiu previamente com êxito uma missão de demonstração entre maio e agosto, na qual dois astronautas foram levados à ISS e depois retornaram à Terra sem incidentes.

"Estou extremamente orgulhoso por dizer que estamos retomando os voos espaciais tripulados regulares, lançados do território americano, com um foguete e uma nave espacial americana", disse o diretor da Nasa, Jim Bridenstine.

O foguete será lançado no sábado às 19h49 locais (21h49 de Brasília) do Centro Espacial Kennedy, na Flórida.

A tripulação é composta pelos americanos Michael Hopkins, Victor Glover e Shannon Walker, e pelo japonês Soichi Noguchi. A previsão do tempo é favorável.

O acoplamento à ISS está previsto para oito horas e meia depois, às 06h20 de domingo, horário de Brasília.

Com esta missão, as cápsulas Dragon se tornarão o meio de transporte da Nasa, à espera da cápsula da Boeing, a Starliner, que sofreu problemas importantes durante os testes.

A operação confirma a SpaceX como um dos provedores mais confiáveis da agência espacial americana.

A SpaceX já tem operado voos de reabastecimento de combustível em estações espaciais com a versão de carga da Dragon desde 2012.

"Nos próximos 15 meses, lançaremos sete missões Dragon tripuladas e de carga para a Nasa", disse Benji Reed, chefe de voos espaciais tripulados da SpaceX, durante uma teleconferência nesta terça.

A partir de dezembro, "a cada vez que lançarmos uma Dragon, haverá duas Dragon simultaneamente no espaço durante períodos prolongados", disse.

A próxima missão tripulada, prevista para o fim de março de 2021, levará a bordo o francês Thomas Pesquet, juntamente com dois americanos e outro japonês.

ico/la/mps/gma/mvv