SpaceX projeta 1º lançamento de nave estelar ainda em 2022, diz Nasa

Por Joey Roulette

WASHINGTON (Reuters) - A SpaceX tem como meta no início de dezembro lançar seu sistema de foguetes Starship em órbita pela primeira vez, um voo de demonstração crucial, pois a empresa visa levar astronautas da Nasa à Lua nos próximos anos, disse uma autoridade dos Estados Unidos nesta segunda-feira.

A SpaceX, do bilionário Elon Musk, procura há anos enviar seu sistema de foguetes de última geração para órbita a partir das plataformas de lançamento privadas da empresa no Texas, onde lançou apenas protótipos da metade superior da nave estelar a cerca de 10 km de altura para demonstrar tentativas de pouso.

A missão de dezembro testará todo o sistema pela primeira vez, envolvendo o foguete Super Heavy de 70 metros da empresa para colocar a espaçonave Starship de 50 metros em órbita.

"Nós prevemos quatro grandes voos da nave estelar. O primeiro ocorrerá em dezembro", disse Mark Kirasich, funcionário da Nasa que supervisiona o desenvolvimento do programa lunar Artemis da agência, numa reunião do Conselho Consultivo da Nasa transmitida ao vivo.

Outros testes em solo com o foguete e revisões regulatórias podem atrasar a missão orbital de estreia para além de dezembro. A Administração Federal de Aviação dos EUA, que supervisiona a segurança do local de lançamento comercial, ainda não deu aval para a missão à SpaceX, parte do crescente universo de empresas de Musk, que também inclui Tesla e Twitter.

A Nasa escolheu no ano passado a nave espacial da SpaceX para pousar humanos na Lua por volta de 2025 pela primeira vez desde 1972. Essa missão, sob um contrato de cerca de 3 bilhões de dólares, requer vários testes de voo espacial com antecedência que podem atrasar a missão de pouso.

(Reportagem de Joey Roulette)