SpaceX lança com sucesso primeiro foguete com estágio reciclado

Por Kerry SHERIDAN
O Falcon 9 da SpaceX é lançado do Kennedy Space Center, na Flórida, em 30 de março de 2017

A companhia americana SpaceX fez nesta quinta-feira o primeiro lançamento de um foguete com um estágio reciclado, que já tinha transportado carga para os astronautas da Estação Espacial Internacional.

O foguete Falcon 9 foi lançado em Cabo Canaveral, na Flórida, às 18h27 (19h27 de Brasília), conforme o previsto, em uma missão para colocar em órbita um satélite de telecomunicações da empresa luxemburguesa SES.

"Ninguém jamais fez isso antes", disse a gerente de operações da SpaceX, Gwynne Shotwell, em um vídeo divulgado antes do lançamento. "Este é um evento histórico".

O primeiro estágio, de 41 metros de altura, se separou do resto do foguete 2 minutos e 41 segundos depois do lançamento, e amerissou suavemente sobre uma plataforma no Oceano Atlântico 8 minutos e 32 segundos após a decolagem.

O satélite deveria ser colocado em órbita 32 minutos após o lançamento do foguete.

O primeiro estágio reciclado tinha sido utilizado, em abril de 2016, para o lançamento da cápsula Dragon em direção à Estação Espacial Internacional, em uma missão de abastecimento contratada pela Nasa.

A SpaceX, empresa com sede na Califórnia liderada pelo visionário Elon Musk, vem aprimorando há 15 anos a tecnologia para trazer de volta seus estágios, em aterrissagens em terra e água.

A amerissagem desta quinta-feira marcou a nona recuperação bem sucedida de estágios da SpaceX, em um total de treze tentativas.

O objetivo de todo o esforço, disse Musk, é tornar os estágios de foguetes tão reutilizáveis ​​quanto os carros, aviões ou bicicletas.

É também uma parte fundamental do seu plano de um dia estabelecer colônias humanas em Marte.

Atualmente, perde-se milhões de dólares em estágios de foguetes que são descartados após cada lançamento.

Funcionários da SpaceX disseram que a reutilização poderia reduzir em cerca de 30% os custos do lançamento do Falcon 9, de mais de US$ 61 milhões.