Spcine lança edital de R$ 700 mil para publicação de jogos eletrônicos produzidos em SP

EDUARDO MOURA
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 13.11.2016: FESTIVAL-CINEMA - Sala do Cine Olido, um dos locais onde são exibidos os filmes do circuito Spcine, com exibição do 24º Festival Mix Brasil da Diversidade. (Foto: Bruno Poletti/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Spcine, empresa municipal que desenvolve o audiovisual na cidade de São Paulo, lançou seu primeiro edital para publicação de jogos eletrônicos, que disponibiliza R$ 700 mil. As inscrições abrem no dia 23 de agosto.

O público-alvo são empresas desenvolvedoras de games do estado de São Paulo, que podem publicar seus jogos de forma autônoma ou com a contratação de uma publisher.

As publishers de jogos atuam na fase final do desenvolvimento do produto: viabilizam a venda, dialogam com lojistas e com plataformas de distribuição (como Steam, Google Play ou PlayStation Store). É possível fazer um paralelo com as distribuidoras de cinema, embora os mercados tenham suas especificidades.

O edital visa a comercialização dos jogos desenvolvidos por estúdios paulistas, que deverão publicar seus jogos em até doze meses após o contrato com a Spcine.

Serão selecionados até seis projetos -um de até R$ 200 mil e até cinco de até R$ 100 mil.

Segundo Malu Andrade, diretora de desenvolvimento e políticas audiovisuais da Spcine, o edital é fruto de um entendimento de que a publicação de jogos é um grande gargalo no mercado nacional de games.