Spin-off cancelado de "Game of Thrones" custou mais de US$ 30 milhões para HBO

·1 min de leitura
Emilia Clarke e Kit Harington em
Emilia Clarke e Kit Harington em "Game of Thrones". Foto: Divulgação/HBO

Resumo da notícia:

  • HBO gastou mais de US$ 30 milhões em spin-off cancelado de "Game of Thrones"

  • A revelação foi feita no livro "Tinderbox: HBO’s Ruthless Pursuit Of New Frontiers"

  • Série foi cancelada em outubro de 2019 após a produção do episódio piloto

O spin-off cancelado de "Game of Thrones" rendeu uma dívida milionária para a HBO. De acordo com o NME, o livro "Tinderbox: HBO’s Ruthless Pursuit Of New Frontiers", de James Andrew Miller, contou que foram gastos mais de US$ 30 milhões.

Bob Greenblatt, presidente da WarnerMedia, explica na obra literária por que a série derivada estrelada por Naomi Watts precisou ser cancelada em outubro de 2019 após a produção do episódio piloto.

“Eles gastaram mais de US$ 30 milhões no piloto do prequel de 'Game Of Thrones' quando cheguei lá. Quando vi um corte alguns meses depois de chegar, disse ao [diretor de conteúdo da HBO] Casey [Bloys]: 'Isso simplesmente não funciona e não acho que cumpre a premissa da série original'", relatou Greenblatt.

“E ele não discordou, o que foi um alívio, na verdade. Então, infelizmente, decidimos desligar isso. Houve uma enorme pressão para acertar e não acho que teria funcionado", completou.

Sem título definido, a produção era ambientada milhares de anos antes dos eventos de "Game of Thrones", retrataria integrantes das Casas Stark e Lannister e contaria com Miranda Richardson e Josh Whitehouse no elenco.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos