Haddad cobra R$ 990 mil do Corinthians por danos ambientais

Danos ambientais foram causados na várzea do Rio Tietê, na altura do Parque Ecológico, na zona leste de São Paulo. …A recém-iniciada gestão do prefeito Fernando Haddad (PT) em São Paulo cobrará do Corinthians uma multa de R$ 990 mil referentes a danos ambientais causados pelo clube no Parque Ecológico do Tietê, na zona leste da cidade, segundo reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo”.

Leia também:
'Pato prometeu voltar ao Milan em um ano e meio', diz Berlusconi

O processo foi iniciado em 2010 após autuação feita pelo gestão do ex-prefeito Gilbero Kassab (PSD), mas ficou parado na Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente.

Os danos são referentes à obra do centro de treinamento que o clube possui na região. Após denúncias de moradores do local e de ONG’s em abril de 2010, foi constatado que o Corinthians despejava entulho em uma área de preservação ambiental às margens do rio Tietê.

A construção chegou a ser embargada na época por ser executada sem as licenças necessárias, mas voltou à legalidade assim que o time apresentou uma proposta de ajustamento de conduta junto à Prefeitura.

O ajustamento, porém, foi negado somente agora, em 2013, e levou à multa aplicada pela gestão Haddad – a primeira de grande porte do novo prefeito na pasta do Verde. O Corinthians afirma que irá recorrer da decisão e envolver seu setor jurídico na questão, já que até o momento uma empresa terceirizada cuidava do caso desde o embargamento das obras em 2010.

Carregando...

YAHOO NOTÍCIAS NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Notícias