Sputnik V é altamente eficaz contra variante brasileira do coronavírus

·1 minuto de leitura
Full vials of the Sputnik V vaccine for COVID-19 sit in a tray during the start of vaccinations for people over age 60 at the Universidad Mayor de San Andres public university in La Paz, Bolivia, Tuesday, April 27, 2021. (AP Photo/Juan Karita)
Foto: AP Photo/Juan Karita
  • Estudo foi conduzido em universidade argentina

  • Primeira dose do imunizante russo já é 85,5% eficaz na criação de anticorpos contra cepa

  • Universidade realiza pesquisa semelhante na variante inglesa

A vacina russa Sputnik V é altamente eficaz em neutralizar a variante brasileira do coronavírus. É o que revelou o Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF) e um estudo realizado na Universidade de Córdoba, na Argentina.

A variante P1 é uma das responsáveis pelo alto número de mortes por Covid-19 no Brasil e já se espalhou por grande parte da América Latina. Essa mutação do vírus é, de acordo com cientistas, mais resistente a anticorpos. A maior preocupação é que ela fosse também resistente às vacinas.

O estudo argentino foi conduzido pelo Instituto de Virologia da Universidade Nacional de Córdoba (UNC) e confirmou uma alta resposta imune à variante brasileira naquela vacinados com o imunizante russo.

Leia também

“O estudo confirmou que a imunidade desenvolvida em pessoas vacinadas com Sputnik V neutraliza a cepa brasileira após o recebimento de duas doses, e até após a primeira”, afirmou a RDIF em declaração nesta segunda-feira (24).

O estudo argentino afirma que 85,5% dos indivíduos desenvolvem anticorpos contra a variante brasileira no 14º dia após receber a primeira dose da vacina. A imunidade chega a quase 100% no 42º dia, após a aplicação da segunda dose.

“Os resutaldos são excelentes. A vacina funciona para essa cepa”, declarou Rogelio Pizzi, do departamento de Ciências Médicas da UNC à Reuters, que também pesquisa a variante inglesa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos