Sri Lanka tem mortes em filas por combustível

Pelo menos oito pessoas morreram após passarem horas em filas por combustível no Sri Lanka. O motivo da escassez do produto é a alta inflação e o derretimento das reservas internacionais do país, que também leva à falta de outros produtos essenciais como medicamentos e comida. S.M. Enganona, de 86 anos, perdeu o filho, Chaminda, que era motorista de ônibus e desfaleceu enquanto aguardava sua vez na fila por combustível. Segundo autópsia, a causa da morte foi um ataque cardíaco. Chaminda Kumara era casado e tinha dois filhos. O porta-voz da polícia do Sri Lanka, Nihal Thalduwa, disse que não existe um estudo que confirme o número total de mortes causadas pelas filas de combustível. O ministro da Segurança Pública, Tiran Allles, explica que não pode confirmar que a única causa das mortes tenha sido a longa espera em filas, já que algumas pessoas poderiam ter doenças pré-existentes. Confira no vídeo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos