Sri Lanka tem um novo presidente

O Sri Lanka tem um novo presidente. Ranil Wickeremesinghe foi eleito chefe de Estado recebendo 134 votos de um total de 225 deputados.

Wickeremesinghe sucede a Gotabaya Rajapaksa que fugiu do país na sequência de grandes manifestações contra a crise económica.

O novo presidente prometeu, já, uma ação dura contra aqueles que recorrem a meios não democráticos semelhantes aos que levaram à expulsão de Rajapaksa. Alguns manifestantes protestaram em frente ao edifício do Parlamento em Colombo, a capital.

Uma cingalesa afirmou que "Estamos muito desapontados com os 225 deputados que elegemos. Enviámo-los para o Parlamento para falarem em nome do povo, o que não fizeram".

"Os deputados falharam-nos. Eles falharam-nos porque não ouviram as exigências do povo. A população está a lutar pois não tem o que comer", afirmou outro cingalês.

Ranil Wickeremesinghe vai liderar o Sri Lanka até 2024, completando o mandato de Gotabaya Rajapaksa.

Nos próximos tempos, terá de relançar as conversações com o Fundo Monetário Internacional sobre um possível resgate financeiro do país.

Ranil Wickeremesinghe vem de uma família rica, é sobrinho de um presidente e foi já seis vezes primeiro-ministro do Sri Lanka.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos