Sri Prem Baba é acusado de abusar sexualmente de discípulas

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O líder espiritual e guru de celebridades Sri Prem Baba, 52 anos, é acusado de abusar sexualmente de duas discípulas que frequentam sua comunidade em São Paulo. As acusações foram feitas pelos ex-maridos das respectivas na última semana durante um encontro com Prem Baba na capital paulista na última semana.

De acordo com o jornal Correio Braziliense, o mestre teria coagido as discípulas, então casadas, a manterem relações sexuais com ele para resolverem as crises conjugais. A princípio, ele teria iniciado a ajuda com conselhos para depois evoluir para exercícios tântricos e, por fim, as relações.

Ao jornal, a assessoria do guru não negou que o líder tenha se relacionado com as mulheres. Em um vídeo publicado pela coluna da jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, Prem Baba admite ter se relacionado com “uma pessoa casada” entre 2008 e 2010, sem especificar o caso.

“Eu fiquei bem balançado por isso, tomando consciência da decepção que causei em pessoas queridas. Meu coração está devastado por isso, e eu vou precisar de um tempo para integrar algo tão intenso”, diz no vídeo. Ele aproveitou a situação para anunciar uma pausa para “recolhimento espiritual”.